Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Teus olhos ...

Há nos teus olhos um mar de ternura

que esparges sobre mim

em cada hora que o dia nos traz;

 

As suas ondas submergem-me

num banho louco de magias e consolações

e as marés, alternando,

enlanguescem-me,

levando-me para mundos irreais,

para sonhos encantadores e magos

onde os teus se irmanam aos meus.

 

Aí, tudo desaba em turbilhões

e voamos por mundos feéricos

de luz e de cor

em aventuras paranoicas

de paixões e desvelos,

amores e devaneios,

impossíveis, inenarráveis.

 

As histórias que os teus olhos me contam!

 

J M

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.