Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

SOPHIA (1919-2019)

 

CANTATA DA PAZ 


Vemos, ouvimos e lemos 
Não podemos ignorar 
Vemos, ouvimos e lemos 
Não podemos ignorar

 

Vemos, ouvimos e lemos 
Relatórios da fome 
O caminho da injustiça 
A linguagem do terror

 

A bomba de Hiroshima 
Vergonha de nós todos 
Reduziu a cinzas 
A carne das crianças

 

D'África e Vietname 
Sobe a lamentação 
Dos povos destruídos 
Dos povos destroçados

 

Nada pode apagar 
O concerto dos gritos 
O nosso tempo é 
Pecado organizado

 

Canções com aroma de abril