Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Clube dos poetas vivos

 

Clube dos Poetas Vivos - Exposição até fim de maio

 

 

 

 

 

No presente ano letivo, quisemos dar voz aos poetas vivos da nossa cidade, divulgando, junto da comunidade escolar, a sua obra poética. Assim, por aqui passaram os poemas de Daniel Rocha, Américo Rodrigues e Galo Porno (Rodrigo Santos), todos eles antigos alunos desta escola. No mês de maio, o destaque vai para JM (José Manuel Monteiro), professor de Português da nossa escola.

 

Embora não tendo ainda nenhum livro publicado, os seus poemas têm sido divulgados em algumas revistas (“Praça Velha”, nº 24) e sobretudo através do blogue http://ardaguarda.blogs.sapo.pt/ .

Aqui fica o convite para passarem na biblioteca e lerem poemas do nosso estimado colega.

 

 

TANTO SILÊNCIO

 

 

 

Tanto silêncio, Deus meu!

 

 

Tudo emudeceu,

 

nem a terra nem o céu

 

emitem sinais de vida…

 

 

é só serra árida, perdida

 

entre deserto e deserto

 

 

e a fonte aqui tão perto!

 

 

Quem me dera reavê-la

 

à luz serena da estrela

 

que brilha alta no céu.
Tanto silêncio, Deus meu!
 

 

[Os meus poemas em destaque no "Clube dos Poetas Vivos" da Escola. Obrigado Dr.a Emília Costa e Dr. Joaquim Igreja e Centro de Recursos].

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.