Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Cerejas

 

Essas maduras cerejas

Que encaixilham tua boca

Dizem: “Não me beijas?

Não é isso que desejas

na tua imaginação louca?

 

Que vermelha tentação!

E no reboliço só ouço

O desenfreado coração

E da encarnada paixão

Não resta senão o caroço.

 

Que lindo cartão de visita

Esses teus carnudos lábios

Moldando um rosto catita!

Oh quem dera a dita

De ler neles ditos sábios!

 

 

 

27.05.2014

 

JM

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.