Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Aprendiz de feiticeiro

Lancei as palavras ao papel

num sentido horizontal

mas ficou desorganizado

o texto piramidal.

 

A montanha pariu um rato,

as palavras ficaram soltas,

o sentido nem apareceu

nas folhas das árvores revoltas.

 

Acariciei a semântica,

sobraram erros de sintaxe,

das orações confundidas

fugiu inclusive a “praxe”.

 

Já figurinhas de estilo

nem cheirá-las, nem vê-las.

Pobrezinho do escriba!

E sonhava ele estrelas!

 

J M

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.