Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

A GOTA DE ÁGUA

A lágrima triste
Que por ti surgiu
Mal que tu a viste,
Quase se não viu...
 
Como quem desiste,
Logo se deliu...
E, mal lhe sorriste,
Logo te sorriu!
 
Já não era a dor,
O sinal aflito
Duma funda mágoa;
 
Era o infinito

— O infinito amor,

Numa gota de água...

 

Augusto Gil, Avena Rústica

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.