Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Beiras

    Monsanto, 20 de Fevereiro de 1949 — Ver Portugal de um miradoiro destes, a Estrela além, escalvada e coberta de sanatórios, e a campanha em baixo, latifundiária e vazia, é ler toda a sua história e auscultar toda a sua vida. É estar à eterna janela florida que qualquer nossa povoação tem, a espreitar, num lindo dia de sol, o largo da matriz, onde o senhor da terra dá, por devoção, uma malga de caldo a um pobre.

Diário IV

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.