Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Mágoas

 Espuma

 

 

 

A foto foi "roubada" à BMEL e reporta-se a um evento aqui anunciado e referente ao dia 12 de Maio. Tratou-se da apresentação do livro de um amigo, natural de Fiães, Trancoso, mas que estudou e viveu aqui na Guarda. Essa amizade, iniciada através de um livro e agor estreitada levou o autor a pedir-me que fizesse a apresentação deste seu mais recente "A espuma dos dias úteis". Tratando-se de alguém que viveu na Guarda, pensou que deveria fazer aqui a "entrega" pública, porque era um gesto que prova a ligação que tem à cidade. Só que deve ter ficado desiludido com a quantidade de público presente ( era pouco, mas de qualidade!)

Nós, guardenses, temos uma maneira muito estranha de estar face a estes acontecimentos culturais: na maior parte das vezes primamos pela ausência e quando comparecemos é porque a amizade nos obriga a isso. Não somos curiosos e parece que temos inveja de que outros publiquem. 

O poeta/narrador Cristino Cortes merecia mais da cidade de que fala no seu livro! Merecia mais pela obra publicada que fala por si pois tem já um carácter internacional! Quero crer que a ausência foi motivada pela emoção de saber que outro guardense, também poeta, tinha recebido o Prémio Camões nesse mesmo dia.

Temos em comum também o facto de nos preocuparmos com a herança paterna e desejarmos preservar o património: outras culturas! Eu por mim vou-me dedicar mais a estas últimas porque ao menos a mãe-terra sempre nos devolve com juros o resultado do trabalho que temos com ela e assim me liberto do cansaço que o viver em sociedade nos traz. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.