Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Memória!

Memória, espaço de lembrar o passado com vistas para o futuro. Porquê? Porque a presença em palco de tantos jovens é bom sinal; porque a presença de tanta gente faz ter esperança; porque a reviver se constrói. É bom de vez em quando percorrer a memória: tem uma função catártica, ajuda a dispor-nos bem connosco e com a cidade! Vivaci(dade) ou será como dizia Poppe há uns tempos Cidade Viva!?!?

 

 

Guarda: o melhor ar ... arte!