Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

profetas da desgraça

sentados no alto da serra

olhos fitos em castela

esperamos...

ensimesmamos...

o quê?

as invasõs espanholas

as multidões, as olas,

os programas de tv,

(para consumir no wc)

o regresso dos emigrantes

chegados no sud-express

uns ricos outros penantes

tudo sempre em excess...

jovens-velhos desta Guarda

ensimesmamos

com auto-estima em barda

esmolando à porta da Sé

(ah pois é!)

esperamos

postados à janela

os ventos de castela

sentados no alto da serra.

 

20.10.2008 JM