Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Perguntas

Inócuas mas subsersivas,

as perguntas atiravam-se

à face dos políticos:

as respostas espertas ou "ingénuas"

sempre dirigidas

para não saber o sabor da questão.

Há, porém, perguntas perversas

que exigem respostas prévias,

segurança que à liberdade

não é dado ter.

A liberdade quer-se franca,

frontal e assumida,

opção e arbítrio

num espaço de solidão.

 

J M