Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Nojo

Abrir, lavrar o coração

patenteá-lo veia a veia

e mostrar a todos que a razão

essa louca, é quase sempre feia.

 

Gritar ao mundo as loucuras

da sociedade ingrata e injusta

fechando-se a todas as ternuras

desprezando tudo o que custa.

 

Dizer ao mundo o meu nojo

p’lo ódio, opressão, violência

bonecos articulados com merda no bojo

mas se dizem senhores da ciência.

 

J M - 17.01.2017