Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

...

No silêncio da ribeira

jaz o resto da brincadeira

que a criançada armou

durante a tarde inteira

em que o pião rodou.

 

Mas o cair da noite

e o escuro vespertino

fizeram perder o tino

e não há quem se afoite

a procurar, ou acoite

o desamparado menino.

 

A escuridão tudo cobriu

e o silêncio emergiu

estendendo-se abafador;

foi então que da noite saiu

um grito de raiva e dor

e, numa luz cega, explodiu

cegando tudo ao redor.

 

J M