Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

...

Ao ouvido chega-me o som da serra

e os aromas das nuvens

da tua pele suave

impregnam-se-me nos dedos

 

O cheiro húmido da terra

a indecisão se vais ou se vens

ou um simples voo de ave

levando para longe os medos

 

O desejo que a noite esconde

e se desvela aos poucos nos sentidos

arrebata a razão que fica onde

não está a paixão: só gostos desmedidos!

 

01.02.2014

JM