Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

O silêncio

Quando a ternura
parece já do seu ofício fatigada,
e o sono, a mais incerta barca,
inda demora,

 

quando azuis irrompem
os teus olhos

 

e procuram
nos meus navegação segura,

 

é que eu te falo das palavras
desamparadas e desertas,

 

pelo silêncio fascinadas.

 

Eugénio de Andrade