Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

As minhas rosas

 

(10.10.10)

 

Chega aos poucos o Outono e as rosas florescem mais lentas e mais franzidas lembrando os humanos com o frio. Fica a última da série saudando a chuva que se mostrou em força e promete prolongar-se.

As almas também se desfolham aos poucos, mas mantêm a esperança!