Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Pai

31 de Maio

 

Dia de sentir saudades, porque dia de perda!

Há anos partiste, pai!

Mas as saudades continuam entre nós

e tu também!

Nos gestos com que trabalhavas a terra

e a fazias produzir frutos;

Nas mãos queimadas pelo sol estival,

mas que geravam esperanças;

Nos sons da tua voz

que as paredes da casa ainda ecoam;

Nas pegadas que gravaste no solo barroso

e dentro de cada um de nós, teus filhos;

 

Saudades de ti que afinal são saudades de nós!

 

E, na distância desses quinze anos, a lembrança

dói na mesma como se fosse ontem!

 

A verdade é que não foi ontem:

foi hoje, porque cada dia estás connosco!

 

JM