Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

Ar da Guarda

"Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino." Miguel Torga

MAR

Mar! Mar!
Mar! Mar!

Quem sentiu mar?

Não o mar azul
de caravelas ao largo
e marinheiros valentes

Não o mar de todos os ruídos
de ondas
que estalam na praia

Não o mar salgado
dos pássaros marinhos
de conchas
areias
e algas do mar

Mar!

Raiva-angústia
de revolta contida

Mar!

Silencio-espuma
de lábios sangrados
e dentes partidos

Mar!
do não- repartido
e do sonho afrontado

Mar!
Quem sentiu mar?

 

 

Arménio Vieira - Prémio Camões 2009

( é um jornalista e escritor da língua portuguesa , nasceu na cidade da Praiaem 24 de Janeiro de 1941)